Buscar
  • Fonte: site Tua saúde.

Por que cortar o refrigerante

O consumo de refrigerantes pode trazer várias consequências para a saúde, pois são compostos por grandes quantidades de açúcar e componentes que podem comprometer o funcionamento do organismo, como ácido fosfórico, xarope de milho e potássio.

Além disso, os refrigerantes não possuem valor nutricional e contém elevadas quantidades de sal.

Algumas das principais consequências para a saúde do consumo de refrigerantes são:

1. Aumento de peso e aumenta o risco de ter diabetes.

Apenas uma lata de refrigerante contém cerca de 10 colheres de sopa de açúcar, o que aumenta bastante os níveis de açúcar no sangue e diminuem a ação da insulina no organismo. Assim, se ingeridos regularmente, os refrigerante podem promover o aumento de peso e favorecer o desenvolvimento de diabetes a longo prazo.

Além disso, quando os níveis de açúcar no sangue sobem muito rápido, como após beber uma lata de refrigerante, é normal sentir mais fome, o que estimula a pessoa a comer e contribui para o ganho de peso.

2. Enfraquecimento dos ossos e dentes. Risco de ter Osteoporose.

A maioria dos refrigerantes contém uma elevada quantidade de ácido fosfórico que impede o corpo de absorver o cálcio necessário para fortalecer os ossos. Dessa forma, pessoas que bebem refrigerantes regularmente podem desenvolver problemas como cáries ou osteoporose.

Este ácido fosfórico também dificulta o trabalho do estômago para produzir ácido gástrico, atrasando o processo de digestão e a absorção de nutrientes.

3. Pedras nos rins

Devido à acidez dos refrigerantes, o corpo precisa usar o cálcio, que seria utilizado nos ossos, para facilitar a digestão e equilibrar o pH.

Dessa forma, os rins precisam eliminar o cálcio utilizado nesse processo, o que aumenta o risco de formação de pedras nos rins, devido ao acúmulo de cálcio no seu interior. 

4. Aumento da pressão arterial

Os refrigerantes podem levar a um aumento gradual da pressão arterial, especialmente devido as suas elevadas quantidades de sódio e de cafeína. Além disso, vários estudos indicam que o consumo excessivo de frutose, que é o açúcar presente nos refrigerantes, também é uma das principais causas de pressão alta.

5. Alterações no cérebro

Esse tipo de bebida pode levar ao aparecimento de alterações a nível cerebral devido ao seu teor de cafeína, uma vez que estimula diversas substâncias no organismo que podem estar relacionadas com a demência e o Alzheimer, por exemplo. Além disso, a cafeína também pode causar insônia, agitação, tremores e dor de cabeça.

Os refrigerante também possui outra substância chamada de benzoato de sódio, que também pode estar relacionada com alterações na memória, coordenação motora e com o transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) nas crianças.

6. Aumenta o risco de Câncer

Por ser rico em açúcar, o consumo frequente de refrigerante aumenta o risco de câncer, mesmo em pessoas que estão dentro do peso. Além disso, o seu consumo favorece o ganho de peso e o desenvolvimento de diabetes, problemas que também estão relacionados ao aumento do risco de câncer.


9 visualizações

Destaques

Posts Recentes

Arquivos

Tags

Nenhum tag.

Horário:

Segunda à Sexta 08h às 17h

Telefone: (21) 3608-2225 / 98346-2662

  • Facebook
  • Instagram

Endereço:

Cartões

Rua Das Tainhas Q 38 LT 21

Piratininga - Niterói - RJ